Historial

Historial do Externato Santa Clara

Foi fundador das Salas de Estudo e Externato Noturno do Bonfim e do Externato Santa Clara o Professor Sebastião Ribeiro.

A concessão do primeiro Alvará nº 1583 às Salas de Estudo e Externato Noturno do Bonfim, sito na Rua de Santo Ildefonso, 422, 4000-466 Porto, data de 21 de abril de 1959.

Autorizava a lecionação dos cursos de preparação para a admissão aos Institutos Comercial e Industrial, Cursos a alunos trabalhadores com a finalidade de prestação de exames no ensino oficial nos diferentes ciclos que compunham o designado na altura, ensino secundário e estudo orientado a alunos que frequentavam os diferentes anos do ensino oficial, dentro do mesmo nível de ensino referido.

Em 08/04/1968 foi concedido o Alvará nº 1840 ao Externato Noturno de Santa Clara, sita Rua Formosa, 20, 4000-370 Porto. Destinava-se a uma secção feminina, pois na altura, não estava autorizada a co-educação em qualquer nível de ensino, exceto no Ensino Superior.

No ano letivo de 1989/90, foi inaugurada a secção 2 do Alvará nº 1840 sito na Rua Santo Ildefonso, 422, 4000-466 Porto (ainda hoje com a última fase do projeto por concluir), no sentido de dar aos alunos melhores condições a nível de instalações, equipamentos e material didático.

Atualmente, estes Alvarás são propriedade da firma: Beatriz Ribeiro e Filhos Lda. Sociedade por quotas, com número de pessoa coletiva nº 502372982.

Foram diretores pedagógicos, desde o início das Instituições e pela seguinte ordem:

  • Prof. Ricardo Vasques Nogueira (Falecido)
  • Profª. Matilde da Conceição Machado Passos da Cruz Oliveira

Atualmente são Diretores Pedagógicos do Externato Santa Clara:

  • Prof. Manuel Matias Alves
  • Profª. Beatriz Machado de Passos Ribeiro Colaboram com a direção quadros permanentes e em acumulação com o ensino oficial.

Em qualquer das situações, são pessoas qualificadas, com vários anos de experiência e exemplar dedicação ao ensino e à Instituição.

O Externato Santa Clara dispõe hoje de:

POCHUE Fundo Social EuropeuDGEstEANQEPPortugal2020Governo de PortugalMinistério da Educação